ADMINISTRAÇÃO  


Ano começa com alta nas importações de I&E ( 15/05/2017 )

Mantendo o patamar das importações de dezembro, o mercado de imprimir e escrever recebeu 23 mil toneladas de papéis em janeiro de 2017, crescimento de 15% em comparação com as 20 mil toneladas recebidas no primeiro mês de 2016, como mostra a edição 33 do relatório Cenários Ibá.

Um dos grupos que contribuiu para o resultado de janeiro deste ano foi o MWC, com a entrada de 6 mil toneladas, o maior volume para um mês desde abril de 2005. Conforme dados do Sistema AliceWeb, da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), em janeiro de 2016 foram importadas 4,9 mil toneladas de MWC.

Entre os quatro tipos de papel cuchê, as importações de janeiro somaram 10,3 mil toneladas, crescimento de 3,4% se comparado ao volume de dezembro passado (10 mil toneladas) e queda de 5,7% ante as 11 mil toneladas de janeiro de 2016.

Os desembarques de papéis LWC e ofsete aumentaram em relação a janeiro do ano anterior e diminuíram diante dos volumes de dezembro. Já as importações de cut size e cartão registraram crescimento nas duas bases de comparação.

No geral, as importações do capítulo 48 – que engloba os papéis para todos os fins – somaram 51,7 mil toneladas, 5,6% menos que no primeiro mês de 2016 (54,8 mil toneladas). O resultado do mês foi influenciado pela queda de 57,5% nas importações de papel jornal. Segundo a Secex foram importadas 5,6 mil toneladas de jornal em janeiro deste ano, contra 13,3 mil toneladas no equivalente de 2016. No entanto, as entradas deste ano representaram aumento de 1,5% sobre as 5,5 mil toneladas de dezembro passado. Veja gráfico na edição 55 do NewsPaper.

 
 VOLTAR